Meados de 8 anos comecei uma etapa na minha vida.

Nessa etapa entrei para o ATL, onde já existiam alguns grupos de crianças formados, mas como era um pouco inseguro ficava sempre sozinho.

Uma nova etapa que era supostamente para ser fantástica, com tanta coisa para conhecer, fazer amigos, brincar com eles e ser feliz ao lado deles. No entanto, nem tudo foi fácil, pois passei por muitas dificuldades nessa altura escolar.

Rebaixaram-me em frente a todos, na escola, na rua e na sala de aula. Isto tudo porquê? Em primeiro lugar porque eu era «diferente», porque tinha uma alimentação diferente da deles (dos alunos ditos «normais»). Em segundo lugar por eu ser um apaixonado/amante de dança, andava sempre a dançar e a fazer coreografias. Em terceiro lugar por eu ser mais pequeno que os outros.

Mas isto tudo, não foi o que me afetou mais.
O que me afetou mais foi quando um grupo de rapazes da escola, se juntou e me deram uma tareia, que me deixou cheio de sangue por todo o lado.

Passei bastantes dificuldades nesta fase de crescimento, mas provavelmente se não passasse por isso não seria o que sou hoje ou poderia não ter força ou coragem para continuar.

Com a ajuda dos meus pais, da minha família, dos meus médicos e da minha psicóloga, Elisabete Almeida, consegui ultrapassar tudo.

Hoje sou um homem, um homem com objetivos, um homem que acredita no seu potencial, um homem que talvez tenha dúvidas, mas que tenta passar todos os obstáculos.

Até agora estou feliz por ter conseguido tudo o que desejava já há muito tempo. Sou uma pessoa lutadora, corajosa e com alguns receios, mas sei que ultrapassarei tudo com muita dedicação e sem perder tempo. Um conselho: » Insiste, persiste e nunca desiste» este é o meu lema espero que vos ajude, quando tiverem num momento menos bom pensem neste meu lema. Beijinhos e abraços.

José Sousa